5S na implantação da cultura lean nos negócios

A metodologia 5S é uma das ferramentas para ajudar na implantação do pensamento Lean. Ajuda a criar uma cultura de disciplina, identificando problemas e gerando oportunidades para melhorias futuras e pontuais, além de reduzir o desperdício de recursos e espaço organizacional de forma a aumentar a eficiência operacional e a produtividade.

O objetivo é mobilizar através de um planejamento sistemático para que haja conscientização e motivação da empresa em relação a organização, limpeza e disciplina no local de trabalho, permitindo melhor clima organizacional, segurança e evolução da equipe.

Os 5S são devido a 5 palavras em japonês que descrevem conceitos que são aplicados dentro desta metodologia. Vamos descrever cada um deles para que sua empresa os implante o quanto antes.

SEIRI – Senso da Utilização

Ensina que a equipe deve possuir somente o que é necessário e na quantidade necessária, se determinado objeto não é de uso contínuo não deve estar ali para que não haja acumulações desnecessárias, que traz como consequência maior organização e facilidade no momento de limpeza.

Maior produtividade pela redução da perda de tempo procurando por objeto, pois só ficam no ambiente os objetos necessários e ao alcance da mão.

SEITON – Senso da organização

Este conceito motiva a equipe a pré-estabelecer locais definidos para cada recurso, e os mesmos devem ser identificados, facilitando assim o acesso rápido e seguro.  A premissa do conceito seiton é que o que não está classificado não está organizado. Este sendo vale tanto para objetos e produtos como para documentos e informativos.

SEISO – Senso de limpeza

O senso de limpeza desperta e preza pela atenção e manutenção tanto da limpeza dos ambientes de trabalho e de processos, quanto para o aspecto pessoal, da aparência. Deve – se sempre melhorar o que já está limpo, o senso de limpeza acredita que o banheiro deve ficar mais limpo quando você sair dele.

SEIKETSU –  Senso de Padronização

A partir do momento em que se ensina a sua equipe uma nova cultura de comportamento, tal natureza começa a fazer parte do funcionário manter o padrão conquistado. Geralmente é atribuído a cada funcionário alguma função que contribua para a limpeza como rotinas programadas com periodicidades semanais, quinzenais e mensais e fica por responsabilidade da gerência acompanhar se o mesmo está sendo praticado. 

SHITSUKE – Sendo de Disciplina

Além de estimular a autodisciplina, este senso funciona como um método pedagógico no intuito de os próprios funcionários ensinarem os novos e reciclar os funcionários anteriores. O objetivo é monitorar, controlar e manter a disciplina, no entanto os treinadores não devem ser encarados como fiscais e sim como facilitadores.

Conclusão

Utilizando os 5S como ferramenta da cultura enxuta, pode-se ter grandes resultados em redução de desperdício, aumento de produtividade e o desempenho, melhorando assim os níveis de qualidade da comunicação, troca de informações e maior satisfação dos funcionários em trabalhar em um local agradável.

Leave a reply